Vale a pena alugar uma frota de scooters elétricas? 10 razões para ficar convencido.

É possível que como diretor geral, diretor de operações ou até dono de uma empresa considere a compra de uma frota de veículos um investimento bastante pesado para o capital da empresa. Além disso, a nível burocrático é também mais complexo, uma vez que precisa de registar todos os veículos em nome da empresa, fazer seguros, revisões, levá-las à oficina e substituir peças ou pagar reparações. O aluguer permite maior flexibilidade e, se falarmos de uma frota de veículos elétricos, tem ainda mais vantagens. Passamos a enumerar algumas delas, neste caso específicamente, dos benefícios de alugar uma frota de scooters elétricas.

1 – Produtividade sempre em alta

O trabalho não fica retido, o seu colaborador não pára e o cliente não espera porque terá assistência imediata. Se não quer perder nem um minuto ao nível da produtividade da sua empresa o aluguer de motas pode ser a solução.

2 – Maior rapidez no serviço

Com uma scooter, o colaborador poderá deslocar-se rapidamente porque pode estacionar muito mais rápido, não perde tempo nos congestionamentos, nem à procura de lugar.

3 – Fazer investimentos com precaução

Em vez de comprar uma frota, bastante mais exigente a nível de investimento, pode alugar durante os meses que precisar. Além disso, assim pode calcular gradualmente as suas necessidades: se precisa de mais veículos em determinada época do ano para picos de trabalho pode fazer contratos sazonais.

4 – Andar de scooter elétrica sai mais barato

Até à data, é grátis carregar as baterias  dos carros e motas elétricas. Mesmo quando for pago, segundo a rede de abastecimento MOBI.E, um condutor que faça 16.000km por ano pode poupar até 770€ por ano. Pode fazer as contas em proporção aos km’s que são feitos na sua empresa, assumindo que por cada 5,6km se gasta 1kWh ao preço de 0,15€-0,35€/kWh.

5 – As novas baterias aguentam muito tempo

A tecnologia neste campo avança rapidamente e cada vez existem baterias mais potentes. Em particular, Portugal destaca-se a nível mundial no desenvolvimento de soluções com tecnologia de ponta que prevê baterias elétricas que se carreguem em 15 minutos.

6 – Carregar a bateria é fácil

Em Portugal existem 1250 pontos de carregamento em 50 municípios. Além disso, com cabos adaptados é possível carregá-las em casa ou oficina/garagem da empresa. Saiba mais sobre as especificações das baterias neste artigo. (enlazar a articulo baterias ya traducido)

7 – Evita imprevistos

Isto porque a mensalidade normalmente já inclui veículo de substituição, assistência 24 horas, revisões, manutenção da mota e seguro.

8 – Solução para empresas pequenas

Se não tem um departamento financeiro, de operações ou de recursos humanos muito grande, não precisa de investir numa frota sua, que vai exigir toda a burocracia anteriormente citada e que, consequentemente, exige mais tempo e investimento em capital humano.

9 – Vantagens competitivas ao estar na vanguarda da mobilidade sustentável

Quando se alargar a adoção deste tipo veículos a sua empresa vai ser das poucas com uma frota elétrica, completamente preparada para continuar no mercado com vantagens competitivas.

10 – Reforçar a política de responsabilidade social

Adquirir uma frota de motas elétrica para a sua empresa pode ser a oportunidade para desenvolver um genuíno  Reduzir o consumo  de água, separar o papel, reutilizar fotocópias para apontamentos, fazer um manual interno de boas práticas… tudo acções ecológicas corretas, mas que sabemos que não são inovadoras, nem a solução de raíz para os problemas ambientais que assolam o mundo em que vivemos.

É importante referir que assistimos atualmente a limitações aos veículos de combustão um pouco por toda a europa (dias sem carros, dias de matriculas ímpares ou pares, impostos aos veículos a gasóleo), ao aumento dos incentivos fiscais à aquisição de veículos elétricos e à extensão da rede de postos de abastecimento de baterias elétricas. Em Portugal, o Fundo Ambiental investiu 715.000€ na rede MOBI.E. em 2017.

Tudo indica que, o que era considerado como meio de transporte alternativo, é um cenário cada vez mais real e para o qual as empresas se devem preparar desde já.

 

 

Pin It on Pinterest

Share This