Alguma vez se perguntou porque é que a gasolina polui? Devido aos agentes poluentes que se formam durante o processo de combustão e que se emitem para a atmosfera com a circulação rodoviária. Hoje no blog de poupança económica e proutividade para empresas vamos ficar a saber que tipos de agentes e gases poluentes se enviam para a atmosfera durante o processo de combustão do carburante de excelência, a gasolina.

Mobilidade sustentável ou redução de custos? Porquê escolher se podem ir de mãos dadas? No nosso guia gratuito estão todos os segredos

Quais são os agentes poluentes da gasolina

A gasolina é um combustível líquido obtido a partir de um processo de destilação do petróleo na sua fase de crude e está composto por centenas de hidrocarbonetos alifáticos procedentes dessa destilação. Por sua vez, os hidrocarbonetos alfiáticos são umas moléculas orgânicas formadas por átomos que, no caso da gasolina, são de hidrogénio e carbono. O problema da poluição ambiental surge quando a gasolina cumpre a função de combustível de um meio de transporte, quando se queima. Durante o processo de combustão da gasolina, geram-se vários gases contaminantes para o meio ambiente, gases como o dióxido de carbono, o óxido nitroso, o monóxido de carbono e as moléculas de hidrocarbonetos que não se queimam durante a combustão e que também se lança na atmosfera juntamente com os restantes gases poluentes, também chamados gases efeito de estufa.

De entre estes gases, o mais conhecido é o dióxido de carbono ou CO2 um gás que em princípio não é tóxico mas que quando se acumula na atmosfera contribui a criar esse efeito de estufa, contribuindo para o aquecimento global, cujas consequências já estamos a sofrer em muitas zonas do planeta. Além disso, quando grandes quantidades de CO2 são absorvidas pela água do mar forma-se H2CO3 o ácido carbónico, uma substância que altera o ecossistema, matando ou prejudicando peixes e plantas.

Algumas ideais chave dos agentes poluentes

Ao ver sair o fumo negro de um tubo de escape de uma carrinha ou uma mota velha e, sobretudo, ao cheirar esses gases, é lógico que pensemos que esses fumos não podem ser nada saudáveis nem para nós nem para o meio ambiente. Mas é importante que saibamos que nem todos os gases emitidos pelos tubos de escape dos veículos são nocivos para a saúde. Damos-lhe algumas ideias sobre os agentes contaminantes procedentes dos motores de combustão:

  • Quando a gasolina se submete à combustão nem todos os hidrocarbonetos que contem se queimam totalmente nem com a mesma eficiência. Desta forma, a tecnologia do motor do veículo é fundamental na hora de determinar o volume de gases, de emissões contaminantes que esse veículo lançará no ar enquanto circula pelas ruas e estradas. Esse é um dos motivos pelos que agora se multam os veículos antigos que não contam com dispositivos que regulam e otimizam essa combustão da gasolina.
  • Ao queimar a gasolina durante o processo de combustão, emitem-se distintos tipos de gases na atmosfera, uns são contaminantes e nocivos para o meio ambiente e outros não são, mas podem converter-se em prejudiciais ao entrar em contacto com a atmosfera.


Como evitar a emissão de gases poluentes na atmosfera

Apesar de que cada vez existam mais carros e motas elétricas a circular na nossas estradas, o uso dos veículos que ainda utilizam gasolina é muito alto. O problema, além disso, agravou-se nos últimos anos com o acesso à compra de veículos a gasolina por parte de países tão povoados como a China. O que podemos fazer nós como cidadãos e as empresas para minimizar a emissão de gases contaminantes procedentes do transporte? Algumas ideias:

  • Aplicar técnicas de condução eficientecomo limitar a velocidad a que circulamos.
  • Escolher veículos que utilizem tecnologias que minimizem a emissãodesses gases poluentes.
  • Alugar motas elétricas, carros, etc, para as nossas deslocações pessoais ou profissionais.

Pin It on Pinterest

Share This