Há uns días atrás dedicávamos um artigo do nosso blog a investigar a forma como as pequenas e medias empresas podem aproveitar as economias de escala para melhorar os seus resultados de contas. Como lhe contávamos, existem várias alternativas para aplicar economias de escala nas pequenas organizações como, por exemplo, o outsourcing, o aluguer a longo prazo de frotas de veículos, o aluguer de motas, carros ou equipamento informático, a união para adquirir bens para produzir outro bens, etc.

As economías de escala são acessíveis a todas as empresas independentemente do seu tamanho, mas antes de investir tempo, talento e recursos, os especialistas aconselham a rever a lista de vantagens e desvantagens deste tipo de práticas empresariais. Se ao fazer uma revisão de vantagens e desvantagens considera interessante aplicar as economias de escala, pode conseguir uma melhoria nos rendimentos à escala global da sua empresa. Para ajudá-lo nesse exercício de reflexão, na Cooltra, elaborámos uma lista das principais vantagens e desvantagens das economias de escala.

Reduzir custos e prestar um melhor serviço graças ao renting de veículos é possível. Descubra como, fazendo o download deste guia gratuito

Vantagens das economias de escala a longo prazo

Algumas das vantagens mais interesantes das economías de escala para pequenas, medias e grandes empresas  seriam as seguintes:

  • Diminuição de preços para o consumidor: A principal vantagem pela qual as grandes empresas começaram a implementar as economias de escala é a de que a redução de custos de produção permite abaratar os custos dos produtos finais que essa empresa coloca no mercado. Como todos sabemos, esta vantagem competitiva tem sido fundamental nos últimos anos da crise económica, uns anos nos quais o consumidor exige constantemente produtos mais económicos.
  • Redução de custos directos. A segunda vantagem a destacar nas economias de escala é a possibilidade de reduzir os custos diretos. Quando uma empresa, por exemplo, aluga uma frota de veículos, ao invés de a adquirir, está a poupar não só um pesado investimento inicial, bem como todos os gastos de manutenção que comporta este tipo de bens.
  • Incremento da produtividade e eficácia de uma empresa. Ao implementar as economias de escala, a empresa pode centrar-se num apartado do seu negócio, especializar tanto a sua maquinaria como o seu talento humano e centralizar todos os recursos de I&D para melhorá-lo e torná-lo mais produtivo.
  • Melhorar a qualidade do produto final. É inevitável: quando uma empresa se especializa num só produto, a qualidade final que oferece ao consumidor é muito melhor. Um exemplo quotidiano: um restaurante especializado (massas, carne, peixe…) oferecerá um produto de maior qualidade do que se oferecesse aos seus clientes um menú com mil alternativas diferentes.

Desvantagens das economias de escala

Algumas das principais desvantagens que temos que ter em conta antes de implementar práticas de economias de escala seriam as seguintes:

  • Necesidade de um maior controle. Dedicar parte da atividade ou da produção da empresa em empresas ou profisionais externos obriga-nos a aumentar o nosso controle sobre este processo. Esta necessidade de maior controle das economias de escala pode exigir que tenhamos que contratar mais diretivos ou gestores que verifique a qualidade desse trabalho externo, o incumprimento de prazos de entrega, o grau de satisfação do cliente final, etc.
  • Maior investimento em I+D. Cada vez mais empresas apostam nas economias de escala, invadindo o mercados com bons produtos a preço que podem chegar a ser mais competitivos que os nossos. Para fazer frente a esta concorrência, necessitamos investir em mais recursos para os nosso próprios departamentos de investigação e desenvolvimento.
  • Necessidade de uma equipa mais competente e produtiva. Pela mesma razão que comentámos no parágrafo anterior, o nosso capital humano e os nossos talentos, devem ser melhores do que os da concorrência. Esta exigência competitiva pode traduzir-se numa necessidade de reforçar o investimento em formação contínua, em políticas de motivação laboral, etc.
  • Existem outras opções para poder melhorar os rendimentos da sua empresa, para além das economias de gama, às quais dedicaremos um post futuramente. De qualquer forma, como pode constatar, as vantagens das economias de escala superam em grande medida as dificuldades que nos surgir ao aplicar esta prática empresarial na nossa própria organização, seja qual for o seu tamanho. Está de acordo? Conte-nos a sua experiência!

Pin It on Pinterest

Share This